Fapeal promove lançamentos e anuncia novidades para comemorar 25 anos

Marca comemorativa, novo site e biblioteca digital foram destaques em lançamento durante congresso acadêmico

“Uma instituição que fez com que cientistas e pesquisadores crescessem e dessem a Alagoas uma grande contribuição precisa se popularizar ainda mais, Alagoas precisa saber a importância da Fapeal" -- Fábio Guedes, presidente da Fapeal

Fábio Guedes, em apresentação no CAIITE. Foto: Shirley Nascimento

No próximo mês de setembro, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) completa 25 anos.  Para comemorar, a atual gestão da instituição, iniciada em janeiro, tem preparado novidades para todo o ano de 2015 e também 2016. Algumas delas foram anunciadas durante o Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia (Caiite).

Além dos quatro editais já lançados pela instituição este ano, outros já se encontram em elaboração pela equipe técnica e científica ou em análise pela Procuradoria Geral do Estado para lançamento entre as próximas semanas e os meses seguintes. Estão sendo organizadas desde chamadas tradicionais, mas que não haviam sido abertas nos últimos anos, como o Pibic Jr, que incentiva a iniciação científica ainda no ensino médio e está em fase de análise de projetos e seleção de alunos, como também em áreas não tão exploradas pela instituição até agora, caso da Cultura, que deve ganhar um edital no ano que vem.

Os anúncios foram feitos no estande do Governo do Estado, em evento promovida pela Fapeal para um público de funcionários, estudantes, gestores públicos e pesquisadores, na noite de quinta-feira (18), como parte da programação conjunta com os outros órgãos do Sistema Secti que ocuparam o mesmo espaço, o Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec), o Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Alagoas (Inmeq), a Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti), mais a Secretaria de Estado da Educação (SEE), que participou do Caiite pela primeira vez.

Além dos editais

O evento serviu também para a apresentação da marca comemorativa e programação dos 25 anos e das mudanças na marca institucional, além do lançamento do novo site da instituição, da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) e do portfólio de programas da Fundação. “Na minha opinião, é um salto qualitativo para a área da ciência, tecnologia e inovação de Alagoas”, disse a professora Rosaline Mota, responsável pelo projeto do BDTD.

Para o presidente da Fapeal, Fábio Guedes, o estande do Governo do Estado no Caiite e a programação conjunta das instituições foi uma mostra das diretrizes do governador Renan Filho, de que secretarias e administração indireta trabalhem interagindo. Sobre o aniversário da Fundação, ele espera que sirva também para divulgar o trabalho realizado ao longo de duas décadas e meia. “Uma instituição que fez com que cientistas e pesquisadores crescessem e dessem a Alagoas uma grande contribuição precisa se popularizar ainda mais, Alagoas precisa saber a importância desta instituição”.

O secretário da Ciência, da Tecnologia e da Inovação de Alagoas, Pablo Viana, ressaltou a parceria entre os órgãos do Sistema. “Não conseguimos trabalhar hoje de forma desvinculada. A Fapeal está colocando hoje a possibilidade que temos de configurar e fortalecer ainda mais os vínculos dos projetos conjuntos para nosso estado”, disse.
O presidente do Inmeq, Luiz Pedro Brandão, agradeceu o apoio que vem recebendo da Fapeal e da Secti. “Nossa principal missão no Caiite é divulgar nosso trabalho. Somos o representante do Inmetro em Alagoas, trabalhamos com a conformidade, a metrologia legal e a fiscalização de tudo aquilo que é medido”, explicou.
Para o pesquisador Ig Ibert Bittencourt, que participa de uma pesquisa contemplada no Programa Tecnova, tanto a academia, quanto o setor produtivo vem se beneficiando da atuação da Fundação. “Temos recebido apoio não somente para a pesquisa, mas também para a inovação no estado, e a Fapeal, como um braço forte do Governo do Estado na área, tem sido fundamental e um grande parceiro para o desenvolvimento de Alagoas”, afirmou.

A visão é compartilhada pela coordenadora do Núcleo de Inovação e Tecnologia da Universidade Federal de Alagoas (NIT/Ufal), Silvia Uchôa. “Vemos com bons olhos e muita esperança de grandes avanços no estado todo esse apoio que a Fapeal está promovendo tanto na pesquisa como também na inovação. O panorama está começando a ficar mais interessante para a inovação e para as empresas”, acredita.

“A Fapeal tem sido, principalmente nesta gestão, o elemento integrador que Alagoas está precisando para fazer a ponte entre o governo, a academia e o setor produtivo. A Fundação tem uma gestão aberta, que procura investigar os problemas do estado, apoiando a inserção de pesquisadores nos órgãos públicos para que possamos levantar os reais problemas de Alagoas e assim a comunidade científica, tecnológica e de inovação possa pesquisar para o desenvolvimento do estado. A Fapeal está de parabéns e que os 25 anos virem 50, 100 e muitos outros anos. Vida longa à Fapeal”, parabenizou Thiago Ávila, superintendente de Produção da Informação e do Conhecimento da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

O Caiite ocorreu de 15 a 20 de junho, no Centro de Convenções, e contou com patrocínio do Governo do Estado e da Fapeal, que também é realizadora e apoia o evento desde a primeira edição, em 2013, entre outros parceiros. O novo site, o manual da marca, a Biblioteca Digital e os programas da Fapeal podem ser acessados em www.fapeal.br.

Recomendados para você...

1 resposta

  1. 7 de outubro de 2015

    […] relatórios implementados visam facilitar a compreensão e analisar o engajamento do público com a nova versão do site, lançada em junho, durante o Caiite. As análises são realizadas a partir dos dados fornecidos pelo Google […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *