Fapeal tem dois projetos pré-selecionados no Concurso de Ações Inovadoras

Os aprovados foram o Geradoc e o PDPP

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) teve dois projetos pré-selecionados na 6º edição do Concurso de Ações Inovadoras do Governo de Alagoas. A listagem completa, contendo as 15 propostas selecionadas, foi anunciada através do site da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

A Fapeal submeteu quatro projetos à avaliação. Os aprovados foram o Geradoc (sistema de gestão de documentos) e o Programa de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento das Políticas Públicas (PDPP). Além desses, haviam sido inscritos também a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações e a Fapeal em Revista, publicação que  objetiva popularizar a produção científica apoiada pela Fapeal.

Produtos

O Geradoc foi elaborado para realizar de forma segura e fácil toda a gestão dos documentos oficiais da Fundação. A ferramenta possibilita controle relativo a sigilo e acesso aos documentos criados, como ofícios, comunicações internas (CIs), despachos, dentre outros, além de estimular a economia de papel, que é executada através da adoção de assinatura digital.

“Anteriormente ao Geradoc, não existia um programa específico que executasse esses serviços de controle e gerenciamento. O sistema é substancialmente mais seguro, porque toda a informação fica dentro do banco de dados dos servidores da Fapeal, onde é possível gerenciar e guardar essa informação de forma segura. Evita-se a perda de documentos, a falta de padronização, a redundância no envio duplicado e uma série de erros cometidos na produção destes conteúdos”, frisou Valmor Valentim, bolsista desenvolvedor de sistemas da Fundação.

O Programa de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento das Políticas Públicas (PDPP) surgiu num contexto voltado ao desenvolvimento dos órgãos da administração direta e indireta, através de estudos em políticas públicas prioritárias para o desenvolvimento do Estado.

“A Fapeal fomenta a ciência, a tecnologia e o processo de inovação em várias instâncias da sociedade alagoana, mas também pode agir no sentido de desenvolver suas próprias tecnologias e potencializar processos inovadores que contribuam para o setor público. Então, ações como estas só agem no sentido de aperfeiçoar ainda mais o funcionamento do Estado”, atentou Fábio Guedes, diretor-presidente da Fapeal.

A Fapeal aguarda as visitas técnicas in loco para verificação dos projetos, etapa seguinte à divulgação dos pré-selecionados. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 10 de novembro e será promovida pela Seplag.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *