Com apoio da Fapeal, Élcio Verçosa coordenará pesquisa para a Comissão da Verdade em Alagoas

Violação de direitos humanos em Alagoas será checada em documentos

IMG_7999(1)

Em reunião ordinária na manhã desta quarta (2), a Comissão da Verdade em Alagoas elencou planos de trabalho. O encontro ocorreu na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal).

O grupo irá dedicar-se à exploração de arquivos documentais e demais procedimentos de coleta e organização das informações históricas necessárias às investigações sobre a violação de direitos humanos durante a ditadura militar.

O encontro serviu para pautar os elementos estruturantes da comissão, que contará com um espaço fixo no Palácio do Governo à disposição para inclusão e trabalho constante, diante do grande acervo a ser explorado.

O grupo foi apresentado ao novo coordenador de pesquisa, professor Élcio Verçosa. Em conjunto, eles irão ampliar sua atuação contando, agora, com o acréscimo de dois colaboradores, um arquivista e um jornalista, alinhando as temáticas dos projetos.

O primeiro irá dedicar-se a área documental no Arquivo Público Estadual, examinando e catalogando evidências. O profissional de jornalismo será responsável por fornecer transparência e agilidade na veiculação de informações.

“A reunião de hoje apresentou o coordenador da pesquisa ao grupo de trabalho. Os próximos passos serão dados pela interlocução do professor Élcio Verçosa com os membros da comissão científica. Essa interlocução será no sentido de, na reunião de trabalho, começarmos a reunir o material e definirmos a metodologia de pesquisa”, explicou o diretor-presidente da Fapeal Fábio Guedes.

A Comissão da Verdade repactuou acordos e planeja coletar os dados para concentrar o material a ser avaliado. O próximo encontro ocorrerá ainda no início deste mês, objetivando a organização do acervo para a exploração ágil, que se tornará sistemática a partir da integração dos colaboradores.

Recomendados para você...