Fapeal articula aproximação entre Escola de Magistratura e instituições de pesquisa

Fundação vai facilitar dinâmica entre Esmal e o meio acadêmico

IMG_9118

Representantes da Fapeal, Esmal, Ufal, Cesmac, Unit e Seune

A Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeal) e a Escola Superior da Magistratura (Esmal) deram mais um passo em sua missão conjunta de direcionar uma parte da pesquisa acadêmica feita em Alagoas para as necessidades locais de formação de juízes e outros profissionais do Direito.

A Fapeal articulou um encontro entre a Esmal e representantes das instituições Universidade Federal de Alagoas (Ufal), dos centros universitários Unit e Cesmac e da faculdade Seune, na sede da Fundação, nesta quarta (12).

Na reunião, foi consensual a necessidade de se definirem os temas de pesquisa de interesse do judiciário alagoano, estimular a iniciação científica ainda na graduação e fortalecer as publicações científicas na área.. Fapeal e Esmal devem assinar um termo de cooperação e investir recursos para incluir outras instituições jurídicas com o mesmo interesse e engajar a comunidade alagoana de acadêmicos e pesquisadores das ciências jurídicas.

“Provavelmente vamos construir algo inédito”, declarou o diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, sobre a colaboração, que é mais uma iniciativa da fundação balizada por sua política de aproximar o conhecimento produzido na academia das necessidades do Governo do Estado e da população, por uma nova Alagoas.

“Acho que estamos abrindo um canal de trabalho na área de pesquisa. Hoje, existe uma produção nas universidades em matéria de Direito, mas o direcionamento ao judiciário ainda carece de muito desenvolvimento. Temos escolas de magistratura no país inteiro, mas ainda não estamos focados nessa área. Acho que essa nossa iniciativa vai, inclusive, servir de diretriz para várias ações em outros estados”, explica o juiz Manoel Cavalcante de Lima, coordenador-geral dos cursos da Esmal.

Interação Pública – A aproximação surgiu exatamente num momento em que a Esmal passa a contar com uma Coordenação de Pesquisa e Produção Científica, coordenada pela juíza Lorena Sotto-Mayor.

A coordenação está promovendo I Encontro de Pesquisas Judiciárias da Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas – ENPEJUD, com o tema “Poder Judiciário: Estrutura, Desafios e Concretização dos Direitos”, destinado a graduandos, pós-graduandos e entidades diversas, em especial às faculdades de Direito alagoanas.

ENPEJUD acontece nos dias 10 e 11 de junho, em Maceió. Na ocasião, as perspectivas delineadas na iniciativa conjunta Fapeal-Esmal serão apresentadas oficialmente ao seu público-alvo.

 

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *