Alagoas pauta urbanização como foco de pesquisas internacionais

Evento apoiado pela Fapeal reúne 400 estudiosos do Brasil e de Portugal para discutir os contrastes urbanos no século XXI

img_0636

Fotos: Tárcila Cabral

Ao consolidar o cenário científico de eventos, Alagoas oportuniza uma vasta programação para o 2º semestre de 2016. Celebrando a interiorização e desmistificando paradigmas, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) fortalece estas dinâmicas através da operacionalização do seu edital de Apoio a Organização de Eventos Científicos (AORC), que aportou para esta finalidade R$ 500 mil em subsídios estaduais.

Maceió integra e sedia pela primeira vez  o calendário de eventos da Fapeal para o mês de outubro, com o 7º Congresso Luso-brasileiro para o Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável (Pluris), iniciando suas atividades nesta quarta. O congresso bianual é coordenado por uma comissão local e uma comissão permanente, que distribuem seus encontros e reuniões nas sedes dos países membros da organização permanente. À frente da equipe local, a professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAL) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Gianne Melo Barbirato cita a relevância do evento internacional ocorrer em Maceió:

“O tema adotado contempla o nosso contexto latino-americano de significantes contrastes e o Pluris trabalha justamente com pautas diversificadas sobre planejamento, mobilidade urbana, então nada mais pertinente do que falar sobre a realidade alagoana”, cita a coordenadora.

Histórico

O Pluris ilustra a experiência exitosa de pesquisas conjuntas entre pesquisadores do Brasil e Portugal e desde 2005 o congresso tem compilado estudos substanciais em Ambiente e Energia, Cidades Inovadoras e Inteligentes, Mobilidade e Transportes e Planejamento Regional e Urbano. Para 2016, a temática abordada põe em destaque “Contrastes, contradições e complexidades, desafios urbanos no século XXI”, transitando em debates amplos e aglutinadores de ciências afins.

“O evento agrega conteúdos em referência a uma linha geral de estudos de planejamento urbano, regional, integrado e sustentável. No contexto, Maceió revela-se um ótimo lugar para sediar o Pluris, porque além de ser agradável, tem boas experiências de planejamento, além de possuir algumas contrariedades a serem analisadas”, argumenta o pesquisador Antônio Nelson Rodrigues, professor de engenharia da Universidade de São Paulo (Usp) e membro da comissão permanente do Pluris.

Neste ensejo, o docente cita que, estas pesquisas sempre estarão envolvidas nas discussões promovidas pelo congresso, ora sendo o foco do estudo, ora fazendo conexões com parâmetros interdisciplinares. O diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, esteve presente na mesa de abertura do encontro nesta quarta e destacou o trabalho sistemático realizado pela Fundação para garantir a execução de investimentos acadêmicos:

“Eventos que englobam pesquisas de nível nacional e internacional contam com o apoio da Fapeal, quando comprovada a meritocracia de suas produções. Este é a conjunção atrativa que a Fapeal deseja promover para os pesquisadores”, cita Guedes.

O Pluris possui programações de palestras e discussões para os seus congressistas até o dia 7 de outubro. O público esperado é de 400 inscritos, entre pesquisadores graduados e pós-graduados, possibilitando esta ponte assertiva de estudos entre Brasil e Portugal. Para maiores informações acerca do encontro, é só acessar o site http://www.fau.ufal.br/evento/pluris2016/congresso_apresentacao.html.

img_0626

Recomendados para você...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *