Fapeal rompe desafios na popularização da ciência

Fundação é um dos fomentadores do prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo, em parceria com a Secti

img_0743

Fapeal, Secti, Maceió Shopping e SindJornal assinam termo de cooperação

Alagoas traça novas estratégias no sentido de romper as barreiras do mundo acadêmico e conduzir mais conhecimento ao domínio da população. Fortalecer e dinamizar o cenário científico são desafios que estão sendo alcançados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) que, de forma eficiente, vem otimizando suas ações.

Uma das metas da sua atual gestão é tornar a atividade científica acessível, por meio de uma linguagem capaz de cumprir o papel informativo de entrar nas residências do povo alagoano.

Neste intuito, para propagar resultados de estudos, a Fundação desenvolveu programas e disponibilizou mecanismos para popularizar a ciência. Uma de suas ferramentas é o apoio ao prêmio de Jornalismo Científico José Marques de Melo, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

“O prêmio vem tornar púbico o que é desenvolvido no Estado nas áreas de ciência e tecnologia. Ele permite que os profissionais de jornalismo e também os novos mecanismos de transmissão de conhecimento e de informação atinjam, de maneira rápida, a população”, argumenta Fábio Guedes, diretor-presidente da Fapeal.

Construído para estimular pautas sobre ciência, tecnologia e inovação, o prêmio será lançado no dia 25 de outubro, premiando em seis categorias os conteúdos que englobam desde matérias impressas a produções telejornalísticas, de estudantes a profissionais graduados.

“O objetivo deste acordo não pretende apenas amparar o nosso Estado na busca por um acervo de qualidade nesta temática, mas, também, simboliza uma forma de apoiar a renovação da atuação da profissão jornalística”, frisa Pablo Viana, secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Outras inciativas

No mesmo eixo de popularização da CT&I, agregando conhecimento aos que não têm a chance de acompanhar sua elaboração acadêmica, a Fapeal em Revista vem cumprir este papel. O periódico, que já conta com três edições publicadas e mais uma em andamento, é distribuído de forma gratuita em todo o Estado, especialmente nas 13 Gerências Regionais de Ensino Público de Alagoas.

A Fapeal em Revista traz como proposta uma comunicação aberta e simples, para aproximar o leitor e abranger diversos grupos de públicos ao seu interesse.

 Introduzindo o ensino acadêmico aos alunos da educação básica, a Fapeal financia eventos que apresentem o universo de possibilidades da ciência. Provocando a descoberta de talentos mirins e ofertando experiências interativas, a Fundação fomentou, por intermédio do edital de Auxílio à Organização de Reunião Científica (Aorc), a 14ª Expofísica da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e a Caravana Itinerante de Ciência e Tecnologia, a realizar-se de 17 a 23 de outubro.

 A Expofísica reuniu mais de 1.500 alunos de 11 municípios alagoanos, desmistificando a graduação acadêmica, ao passo em que qualifica os cursos das universidades para este contato.

Já a Caravana propõe a interiorização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, ofertando aulas participativas e atípicas em cidades da mesorregião do Agreste alagoano.

Fortalecendo a ciência e executando seu plano atuação, a Fapeal disponibiliza este desenvolvimento à população, por uma nova Alagoas. Compilando estímulos e fornecendo subsídios, o órgão passa a construir um espaço potencial de execução e evidência do conhecimento científico, propagado para crescer, produzir e posicionar a pesquisa alagoana no posto que merece.

 

img_0760

Recomendados para você...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *