Fapeal apoia nove períodos científicos, com edital de R$100 mil

Periódico Científico da Uneal de Santana do Ipanema foi um dos aprovados na chamada

Foto: John Merriman – Creative Commons

Trabalhando na consolidação dos os Programas de Pós-Graduação (PPG) locais, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) tornou público nesta manhã (23/10), o resultado do edital de Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos. Em sua nona chamada pública neste ano, a Fapeal visa o fortalecimento e qualificação das revistas acadêmicas alagoanas.

O programa contemplará nove propostas, incluindo-se uma revista da Universidade Estadual de Alagoas, campus Santana do Ipanema, ligado ao mestrado em Dinâmicas Territoriais e Culturas. As outras oito são da Universidade Federal de Alagoas, em áreas diversas como Ensino da Saúde, Proteção de Plantas na Agricultura e Economia Política do Desenvolvimento.

Possibilitando o prazo máximo de doze meses para a execução de seus projetos. Os docentes responsáveis pelas revistas são acadêmicos, portadores de doutorado em suas áreas científicas e com vínculo empregatício nas Instituições de Ensino Superior (IES) do estado.

Para a editora da revista Debates em Educação, professora Inalda Santos, da Ufal, a importância deste apoio vem diretamente para fomentar a internacionalização de suas publicações: “Atualmente as revistas enfrentam algumas dificuldades. O nosso desafio é buscar qualificar os textos segundo os critérios da Capes. Graças ao apoio, será possível gerar impacto na nossa qualificação, para elevar nossa avaliação no ano que vem”, reitera a doutora em Educação.

edital possui um orçamento global de R$100 mil, advindos do duodécimo da Fapeal, por intermédio do Governo de Alagoas. Cada proposta aprovada contará com recursos limite de até 10 mil reais para estruturar seus periódicos.

As revistas devem ter políticas de integração com a base de dados Scientific Eletronic Library Online (SciELO), atender aos padrões mínimos de normalização para publicação de periódicos científicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT),  e terem sido publicados de forma regular durante os dois últimos anos, além de inscritas no qualis periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), uma agência do Ministério da Educação.

São elementos financiáveis materiais de consumo, serviços de tradução, pagamentos de autor externo ao PPG, ou custos para a obtenção doDigital Object Identifier (DOI, identificador de objeto digital), dentre outras dispensas indispensáveis.

No entanto a Fapeal frisa que despesas com taxa de administração ou gerência, multas, juros ou correção monetária, contas, seguros, pedágios, mobiliário, veículos, construção ou reforma, e qualquer débito que não esteja previsto no orçamento aprovado pela Fapeal serão vedadas.

Do edital

Os periódicos apoiados passaram por uma análise criteriosa pelos avaliadores da instituição. A primeira etapa consistiu na verificação documental, onde foi checado se todas as informações apresentadas eram verídicas e documentadas. Esta parte é realizada pela equipe técnica da Fapeal. Já num segundo momento, é realizada a pesquisa do enquadramento aos requisitos estabelecidos pelo edital.

Os critérios analisam questões como o mérito e relevância, consistência da política editorial, e abrangência do corpo editorial. Cada item apresenta um peso diferente para a chamada.

A partir do resultado, as nove propostas aprovadas serão contratadas mediante assinatura de Termo de Outorga e Aceitação de Auxílio entre o proponente do projeto e a Fapeal.

Recomendados para você...