Fapeal disponibiliza relatório on-line sobre 200 anos da emancipação alagoana

Fundação apoiou a comissão executiva responsável pela obra ‘Anais dos 200 anos de emancipação política de Alagoas’

Clique para acessar

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) tornou público o documento dos Anais das ações alusivas aos 200 anos de Alagoas. Os textos dados e fotos são um compilado de ações promovidas pela Comissão Executiva e Organizadora do evento, instituída pelo Governador Renan Filho em setembro de 2015. A equipe foi integrada por secretários de estado e representantes oficiais dos órgãos do governo e universidades. O objetivo era ressaltar importantes questionamentos, visões e propostas de comemorações do momento.

O início das ações é pontuado na obra através do Fórum Estadual do Bicentenário de Emancipação, com o intuito de envolver e sensibilizar a sociedade no ensejo de aproximação da causa. Nele, foram acordados alguns eixos temáticos, seguidos na construção das festividades como: artes visuais; música; ciência; esporte; economia; movimentos sociais; meio ambiente; literatura e poesia; cultura popular; dança; teatro; cinema; gênero e diversidade; história; patrimônio histórico e gastronomia.

A Fapeal se engajou com o projeto através da assinatura de um termo de cooperação técnica, acadêmico e financeiro possibilitando dois projetos de pesquisa que viabilizaram as iniciativas desenvolvidas para o Bicentenário. O primeiro plano estabelecido foi o de estruturar as ações pertencentes à comemoração dos 200 anos de história do estado. Já o segundo, englobou o objeto de pesquisa, agora lançado pela instituição em seu site.

Segundo o diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes, a concepção do programa tratou de questões estratégicas, nas quais a Fundação teve orgulho de tomar parte. “A Fapeal teve um papel fundamental em fomentar durante três anos esse grupo de trabalho, as atividades técnicas, de tutoria e pesquisa ao longo do projeto. O relatório é um espetacular documento e registro para posteridade de como as instâncias governamentais e da sociedade civil conceberam, planejaram e executaram, com muita competência, as atividades voltadas às comemorações de uma data tão simbólica para o povo alagoano”, frisa o gestor.

A obra cria esta ponte com a trajetória alagoana e soma ao texto as 74 atividades realizadas durante o ano comemorativo de 2017. O registro conta com mais de 1500 páginas de estudo e reflexões sobre aspectos culturais, econômicos e sociais da identidade alagoana. Esta redescoberta narra e transcreve marcos remotos, mas nutre igualmente a finalidade de guardar para o futuro a memória histórica atual.

Os Anais dos 200 anos de emancipação política de Alagoas estão disponíveis para leitura no site da Fapeal, e contam com a organização de Lícia Gatto, Natália Teles, Solange Albuquerque e Wilma Nóbrega.

Recomendados para você...