Edital da Fundação Boticário seleciona projetos ambientais e de inovação em todo o País

Inscrições seguem até 31 de março. Iniciativas selecionadas irão dividir apoio de R$ 2 milhões

Central Press

Esta é a última semana de inscrição para o 57º Edital da Fundação Grupo Boticário – Novas Ideias para a Conservação da Natureza. Pesquisadores de todo o Brasil podem inscrever iniciativas voltadas à proteção da biodiversidade até 31 de março, pelo site da instituição. Somados, os projetos selecionados terão o apoio de R$ 2 milhões.

Os trabalhos devem contemplar ao menos uma das seguintes áreas:

Unidades de conservação de proteção integral e Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs): propostas que contemplem a criação ou a ampliação de unidades de conservação em áreas continentais ou marinhas. Serão priorizados projetos que se tornem referência em gestão, uso público, pesquisa e que tragam benefícios para as comunidades do entorno.

Espécies ameaçadas: iniciativas que promovam a conservação de espécies nativas ameaçadas e que tenham impacto positivo em seu status de ameaça.

Ambientes marinhos: projetos que façam conexões entre diferentes atores-chave envolvidos em áreas marinhas protegidas, proteção de espécies ameaçadas e fortalecimento de instrumentos de proteção da biodiversidade marinha diante de pressões como sobrepesca, turismo predatório e exploração inadequada de recursos naturais.

Inovações e novas tecnologias para a conservação da natureza: serão selecionadas iniciativas que proponham novas formas de monitoramento da biodiversidade e o desenvolvimento de dispositivos que contribuam para a conservação de espécies e ecossistemas.

As iniciativas inscritas devem estar vinculadas a instituições sem fins lucrativos, como fundações de universidades, organizações não governamentais (ONGs) e associações. Dúvidas podem ser encaminhadas por e-mail para edital@fundacaogrupoboticario.org.br.

Desde 1991, quando o primeiro edital da Fundação Grupo Boticário foi aberto, 1.563 iniciativas foram apoiadas em todo País, somando um investimento de aproximadamente R$ 80 milhões. Em 2019, a instituição continua apoiando propostas que visam a conservação da biodiversidade, focando em áreas que merecem atenção redobrada.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. A instituição defende que o patrimônio natural bem conservado é a base para o desenvolvimento econômico e bem-estar social. Também promove ações de engajamento e sensibilização, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Recomendados para você...