Fapeal democratiza acesso a recursos e potencializa investimentos em pesquisas

Reunião entre gestores da Fapeal e Governador Renan Filho, busca otimizar a pesquisa

Reunião entre gestores da Fapeal e Governador Renan Filho objetiva otimizar a pesquisa

Apesar do cenário difícil na economia do País e em AL, presidente da instituição prevê que convênios serão ampliados

Lançamento de editais, democratização dos acessos aos recursos, otimizando a distribuição de investimentos, têm se constituído em marco na atual gestão da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal).

Esses foram os principais pontos que o presidente da Fundação,  Fábio Guedes, repassou ao governador Renan Filho durante audiência para discutir os novos rumos da instituição.  A Fundação é responsável, no Governo – junto à Secretaria da Ciência, da Tecnologia e da Inovação – pelo fomento à pesquisa, e atua com parcerias que envolvem recursos em torno de R$ 50 milhões.

“Esses R$ 50 milhões financiam bolsas de estudo, pesquisas, organização de eventos, envio de pesquisadores alagoanos ao exterior e também a capacidade do pesquisador alagoano em fazer inovação junto ao setor produtivo”, afirmou Guedes, ao fazer uma previsão otimista, apesar do cenário difícil por que passa atualmente a economia brasileira.

“Para os próximos anos, a previsão é que novos convênios sejam assinados e os recursos que hoje são de R$ 50 milhões cresçam 30%”, completou o gestor.

Para o governador, o papel da Fapeal é o de integrar a comunidade acadêmica, aproximá-la do governo, oferecer resultados para a população daqueles que dedicam a vida à pesquisa e à inovação em Alagoas.

“A Fapeal tem sido encaminhada nesta direção: pesquisar, inovar, principalmente onde as pessoas querem, no desenvolvimento do setor produtivo e no que concerne às políticas públicas”, apontou o governador.

Hoje, como mostra da transparência, todos os bolsistas podem ser identificados no site da fundação (www.fapeal.br/bolsistas). Os números da Fapeal são apresentados na página inicial, na forma de “bolsas/junho (381)”, “auxílios (R$ 631 mil)”, “editais (5)” e “convênios (12)”.

Outra novidade que pode ser observada no site da instituição diz respeito à Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da Fapeal – textos apresentados em PDF, com distinção de autor, título, local, ano, orientador, palavras chave, área do conhecimento e resumo.

 

Texto: Telma Elita e Agência Alagoas

Foto: Márcio Ferreira

Recomendados para você...

1 resposta

  1. 14 de janeiro de 2016

    […] finalidades da Fapeal com a comunidade científica e acadêmica do sistema de ensino superior e ii) democratizar o uso de seus recursos. Através de nossos programas e ações, atendemos várias demandas dessa comunidade e ampliamos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *