Fapeal dissemina a cultura de pesquisa em Alagoas

fábio guedes (9)

Palestra em auditório do TCE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi aberto na noite desta terça (27) o Encontro de Pesquisa em Educação (EPED 2015), evento da Faculdade Maurício de Nassau (FMN), voltado a estudantes de Pedagogia.

Denominado “Diversidade em Perspectiva na Prática Docente” e público de 300 inscritos, incluindo participantes de Pernambuco e Sergipe e da Ufal e Uneal, o encontro foi aberto com palestra do diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas, Fábio Guedes.

Com o tema, “O Panorama da Pesquisa em Alagoas e Práticas de Apoio”, a palestra versou sobre a situação de pesquisa, inovação e patentes no mundo, a pós-graduação brasileira, a formação de mestres e doutores, o sistema de financiamento científico para as universidades e a contribuição que a Fapeal vem dando ao estado nesta seara.

A estudante do 2º semestre de Pedagogia da FMN, Adriana Nicoletti, disse que o evento foi particularmente interessante para quem, como ela, está no início do curso, “Principalmente agora, passando as informações sobre a Fapeal, o que para nós, é uma novidade”, observou.

O evento foi um dos 20 em todo o estado a serem apoiados pelo Governo de Alagoas com recursos do edital de Auxílio à Organização de Eventos Técnico-Científicos. A palestra magna da noite foi proferida pelo historiador Zezito Araújo, que abordou o próprio tema do encontro.

“Firmamos com a Fapeal o compromisso de envolver nossos alunos com um número significativo de trabalhos científicos”, declarou Pedro Guedes, diretor da faculdade.

O EPED continua até esta sexta (29), com minicursos, workshops e apresentação de produções científicas dos participantes, na unidade Farol da FMN.

Construção

Uma semana antes, na quarta (21), Fábio Guedes também esteve presente na Seune, apresentando palestra similar, na abertura da V Semana de Iniciação Científica, onde falou com o intuito levar a contextualizar da pós-graduação e do fazer científico para a esfera do ensino superior privado em Alagoas.

Outubro foi um mês focado pela Fapeal neste sentido. Cerca de 300 estudantes na Ufal, Cesmac e UNIT foram igualmente contemplados neste debate através do Ciclo de Palestra Comemorativas dos 25 anos da Fapeal, que trouxe aos campi dessas instituições autoridades nacionalmente reconhecidas, que abordaram os temas mais relevantes atualmente na produção de ciência, tecnologia e inovação.

You may also like...

2 respostas

  1. 2 de março de 2016

    […] A iniciativa é mais uma etapa da política do Governo de Alagoas para fortalecer a educação como um todo, utilizando a Fapeal para estimular a produção científica e o desenvolvimento tecnológico, ao fortalecer as instituições estaduais, ao mesmo tempo em que inclui os Institutos Federais e Centros Universitários particulares na pauta da Fundação. […]

  2. 23 de maio de 2016

    […] Concluindo as atividades, haverá um debate voltado ao público presente, sob o comando do diretor executivo de CT&I e da procuradora autárquica da Fapeal, João Vicente Lima e Sandra Neves, respectivamente. Eles irão explorar os novos parâmetros no contexto da realidade local. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *