Fapeal contribui com planos para unidade da Embrapa em Alagoas

IMG_7598 (800x703)

Fotos: Tárcila Cabral

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) se reuniu nesta quarta (24) com a Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), como parte das atividades de prospecção para instalar uma unidade do órgão no estado.

A Embrapa está sendo auxiliada pela Secretaria Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura na busca pelo local ideal da futura sede. Com a Fapeal, a conversa foi a respeito de dados sobre infraestrutura, pesquisa e possíveis parcerias com instituições que aplicam ciência, tecnologia e inovação no universo agrícola e agropecuário.

João Flávio Veloso, coordenador do estudo para instalação, salientou que a unidade alagoana terá um foco diferenciado das demais unidades, com o objetivo de atender às cadeias produtivas presentes na região metropolitana de Maceió. O tema “Alimentos Funcionais, Aromas e Sabores”, já foi identificado como uma vocação dessa área urbana, devido à convergência de turismo e gastronomia, em que há um potencial significativo para agregação de valor a produtos e serviços.

Parcerias e Desenvolvimento

Para o diretor executivo de Ciência e Tecnologia da Fapeal, João Vicente Lima, a Embrapa está concebendo os arranjos institucionais e a forma de fazer uma agricultura de base tecnológica, através da inovação em pesquisa e negócios, considerando investimentos, empreendimendos e empregos, desde a agricultura familiar até a grande propriedade.

“Essa nova unidade da Embrapa, junto com outros parceiros, promete trazer projetos de pesquisa e novos desenvolvimentos que vão lançar a agricultura alagoana para o século XXI de fato. Por exemplo, no mundo inteiro, as pessoas querem cada vez mais consumir produtos que tenham uma origem socioambiental correta. A Fapeal está muito otimista para que esta seja uma unidade de vanguarda da Embrapa no Brasil e que vai ajudar o estado a se projetar na agricultura do futuro, gerando bons empregos e renda”, avalia.

Consolidação

A reunião também incluiu considerações a respeito dos projetos que a Embrapa já desenvolve com apoio do Governo de Alagoas através da Fapeal, como pesquisas voltadas ao Canal do Sertão, no semiário alagoano, e ao desenvolvimento científico da mandiocultura no estado.

You may also like...