Fapeal participa de debates sobre desenvolvimento em Delmiro Gouveia

Canal do Sertão, energias renováveis e meio ambiente estiveram em pauta no Campus da Ufal

IMG_8633

Ufal – Campus Sertão

Água, energias renováveis, meio ambiente e educação. Todos estes temas foram contextualizados como os desafios para o desenvolvimento na região do São Francisco, em evento promovido pelo grupo de pesquisa Procondel Sudene, na segunda-feira (21), em Delmiro Gouveia.

O encontro reuniu mais de 200 participantes, entre pesquisadores, estudantes e gestores públicos de Alagoas, Pernambuco e Bahia, no Campus Sertão da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Intitulado “Energia, Desenvolvimento e Meio Ambiente”, a ocasião dedicou um ciclo de debates para cada um dos temas. O Governo de Alagoas foi representado pelo diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeal), Fábio Guedes, palestrante no eixo sobre desenvolvimento, que contextualizou as questões em discussão com as políticas públicas de governança e incentivo à pesquisa.

Em sua participação, Guedes destacou a posição estratégica de Delmiro Gouveia, que fica próximo ao Canal do Sertão, à hidrelétrica de Paulo Afonso e possui grande potencial de energia solar. Além disso, apontou questões técnicas que, no momento, também são desafios para a governança, como medir, distribuir e tarifar as águas do canal e prover as necessidades energéticas para irrigação e consumo dos produtores rurais do semiárido alagoano.

“Desenvolver soluções para gerir o Canal do Sertão e utilizar energias renováveis é um desafio técnico-científico iminente para uma Alagoas melhor. A Fapeal está incentivando pesquisadores a buscarem  modelos alternativos de gestão de água e energia para auxiliar a governança. Isso tem um impacto direto na agricultura, por exemplo”, aponta Guedes, que também é professor na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Ufal.

 

Proximidade – Mayane Moreira, estudante do 6º período de História no Campus Sertão, disse que o evento foi importante para esclarecer a inter-relação entre desenvolvimento, pesquisa e governo.

“Aqui no Campus, sentimos muita necessidade de trabalhar isso e os debates ajudaram a formar uma visão crítica sobre as relações políticas e econômicas na questão do desenvolvimento”, declara a estudante.

Sobre trazer o ciclo de debates para Delmiro Gouveia, Marcos Costa Lima, coordenador científico do Procondel e professor do Departamento de Ciência Política/UFPE, explica que, além de recuperação e popularização de acervos sobre a temática do desenvolvimento nordestino, “é missão do grupo de pesquisa atualizar certas questões nos locais pertinentes, puxando a ideia do desenvolvimento em cidades médias do Nordeste, para discutir seus problemas”, comenta Costa LIma.

Representantes do Governo de Pernambuco, Chesf, e das Universidades Federais de Pernambuco e Paraíba também estiveram entre os palestrantes.

IMG_8623

Auditório Graciliano Ramos

Recomendados para você...

2 respostas

  1. Jackson Rubem disse:

    É bem animador para a população saber que o estado de Alagoas através da Fapeal está incentivando pesquisadores a buscarem modelos alternativos de gestão de água e energia para auxiliar a governança. Isso tem um impacto direto na agricultura, por exemplo”, aponta Guedes, que também é professor na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Ufal.
    Boas notícias energias renováveis merecem aplausos da população.
    Parabéns aos organizadores e aos mais de 200 participantes deste seminário.

  1. 31 de março de 2016

    […] isso, a Fapeal continua apoiando a disseminação de estudos sobre água e energia para o interior do esta…, onde se encontram áreas estratégicas como Delmiro […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *