Fapeal e Esmal unem forças para práticas científicas no judiciário

Fundação servirá de ponte com a academia, sensibilizando doutores do direito para ações na Escola de Magistratura

IMG_20160408_153935

João Vicente Lima, Fábio Guedes Gomes e o Juiz Manoel Cavalcante de Lima

Integração organizacional, esta é a ferramenta logística utilizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) na ampliação de sua esfera de atuação em 2016. O diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, eo diretor executivo de CT&I, João Vicente Lima, reuniram-se, nesta sexta (8), com o coordenador-geral dos cursos da Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas (Esmal), juiz Manoel Cavalcante de Lima.

O momento viabilizou o encontro entre as instituições e expôs o interesse em articular temas prioritários da pesquisa jurídica com o desenvolvimento do direito magistratorial.

A escola é responsável por disponibilizar a formação e atualização de novos juízes, bem como os seus aperfeiçoamentos intelectual e técnico. Em razão desta política de conhecimento e, numa fase tecnológica de transformações no cenário jurídico, a Fapeal se comprometeu a auxiliar a Esmal em seus projetos de formação científica.

IMG_8936

Biblioteca da Esmal

“Nós estamos inaugurando um trabalho de pesquisas junto à escola da magistratura. Este contato com a Fapeal é fundamental já que a Fundação é a instituição estadual que trata do tema da pesquisa. Nós estamos iniciando neste espaço e precisamos ter uma cooperação com quem atua há mais tempo e conhece, para permitir que haja avanço nessa área de pesquisa. Pretendemos que temas relevantes do judiciário sejam analisados com profundidade, e estes estudos servirão de amparo para as decisões dos juízes e desembargadores”, alegou o juiz Manoel Cavalcante de Lima.

IMG_8944

Recursos tecnológicos

A Fundação deve sensibilizar o setor acadêmico do Direito em atuação no Estado, afim de colaborar para a estruturação do Encontro de Pesquisas Judiciárias, que acontecerá em junho deste ano. Somando-se, também , a outras ações concomitantes em que a Fundação conduzirá esta parceria entre universidades e a Esmal.

“A partir destes primeiros contatos a instituição terá atenção de orientadores atuantes na esfera judiciária, doutores dos centros universitários, que concederão aporte a um caminho científico”, explica Fábio Guedes.

Atualmente, os planos do Governo de Alagoas têm sido contemplados pelo planejamento da Fapeal, de formas que se inserem nas atividades-fim da Fundação, incentivando estudos e análises para que o conhecimento seja transferido para a esfera governamental como um auxílio efetivo e ágil às políticas públicas, propondo respostas e soluções contínuas.

IMG_8977

You may also like...

2 respostas

  1. 21 de abril de 2016

    […] Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeal) e a Escola Superior da Magistratura (Esmal) deram mais um passo em sua missão conjunta de direcionar uma parte da pesquisa acadêmica feita em Alagoas para as necessidades locais de […]

  2. 2 de maio de 2016

    […] Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeal) e a Escola Superior da Magistratura (Esmal) deram mais um passo em sua missão conjunta de direcionar uma parte da pesquisa acadêmica feita em Alagoas para as necessidades locais de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *