Fapeal lança 14ª edição de seu calendário temático

Edição 2017 foi contextualizada com o bicentenário da emancipação política de Alagoas

 

1-calendario-fapeal-capaA presença da ciência,  tecnologia e inovação no  desenvolvimento do estado. Este foi o mote para a 14º edição calendário da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), lançado nesta terça (14).

O produto, que já é considerado uma tradição, trouxe um olhar incomum ao tema da CT&I, resgatando aspectos bastante presentes no cotidiano, mas que ainda constituem um ângulo pouco explorado sobre o assunto.

Por exemplo, ao longo dos meses, tecnologias populares como o artesanato e jangadas dividem o espaço com registros históricos de outros avanços que construíram capítulos da história de Alagoas, como a indústria têxtil do começo do século XX e a hidrelétrica de Angiquinhos.

A pesquisa foi possível graças à disponibilização do acervo de imagens do Arquivo Público de Alagoas (APA).

“Esse calendário além de ser algo simbólico e muito útil, também é uma peça que busca refletir, ou trazer à reflexão, a importância da identidade alagoana e sua formação social, cultural e política”, resume o diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes.

Solenidade

A ocasião contou com uma mesa redonda sobre o tema “A CT&I nos 200 Anos de Emancipação Política de Alagoas”. Os pesquisadores convidados foram os historiadores Douglas Apratto e Gian Carlo Melo e o economista Cícero Péricles de Carvalho.

mesa-doutores-gian-carlo-fabio-guedes-douglas-apartto-cicero-perciles-4

Professores Gian Carlo, Fábio Guedes, Douglas Apratto e Cícero Péricles. Fotos: Tárcila Cabral

O professor Douglas Apratto Tenório foi o idealizador dos calendários temáticos da Fapeal desde o princípio, coordenou a pesquisa de todas as edições anteriores e foi o revisor científico da edição deste ano, cuja produção, pela primeira vez, ficou sob responsabilidade da própria Fapeal.

Ele explica que a coleção dos calendários, ao longo dos últimos 13 anos traz a tona a trajetória de um estado que, ao completar 200 anos, passa por um momento de reflexão.

“É a visão de uma Alagoas que quer saber o que foi  o que é, mas principalmente, o que vai ser. Não se trata de cultuar o passado, mas procurar entendê-lo, para discutir as grandes demandas de um estado pequeno e pobre, mas muito rico de história ”.

Também estiveram presentes à ocasião secretário de estado da Ciência Tecnologia e Inovação, Pablo Viana, o secretário de estado da Comunicação, Ênio Lins, o secretário de estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, a superintende do APA, Wilma Nóbrega e o diretor técnico do Sebrae, Ronaldo Moraes.

O calendário da Fapeal é distribuído gratuitamente. Sua tiragem anual é única e limitada.

secretario-cti-pablo-viana colaboradora-fapeal-karla-mendonca fabio-guedes-diretor-presidente-fapeal-2

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *