Fapeal anuncia mais uma oportunidade de pesquisa na Europa

Edital de colaboração com a Centro de Pesquisa Europeu cobre 26 grandes áreas

Após três editais em parceria com o Reino Unido, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal/AL) anuncia mais uma chamada pública para colaboração internacional. Desta vez, o edital é fruto de um acordo entre o Conselho Nacional das Faps (Confap) e o European Research Council (ERC). O documento está acessível no endereço eletrônico www.fapeal.br.

O objetivo é promover oportunidades na Europa para doutores vinculados às Fundações de Amparo à Pesquisa, Capes ou CNPq, que poderão colaborar com coordenadores de projeto estrangeiros, interessados em integrar pesquisadores brasileiros a suas equipes, por até 12 meses.

Na primeira etapa da submissão, o pesquisador de Alagoas deve enviar uma carta, de acordo com o edital, expressando seu interesse em uma das 26 áreas disponibilizadas. Após isso, o Confap irá responder informando sobre os projetos interessados na colaboração brasileira.

Então, o pesquisador brasileiro deverá entrar em contato com o colega estrangeiro para alinharem o escopo da colaboração. Após a formalização do acordo, o pesquisador deve submeter sua proposta diretamente à Fapeal, de acordo com os critérios do edital, até o dia 31 de maio.

O período de colaboração no exterior pode se estender de seis a 12 meses ou ser dividido em múltiplas visitas curtas. A Fapeal irá cobrir as despesas de deslocamento e no caso de visitas a partir de seis meses, também há a possibilidade de que despesas para família acompanhante sejam providas.

Além da manutenção das bolsas que o pesquisador já possua, devido ao vínculo existente com as Faps, CNPq e Capes, serão fornecidas diárias para subsistência, além de recursos para outros custos elegíveis, de acordo com o edital ERC/Confap/Fapeal.

 

 expressão de interesse deve se encaixar uma das seguintes áreas: 

Biologia Estrutural e Molecular e Bioquímica;

Genética, genômica, bioinformática e biologia de sistemas;

Biologia celular e desenvolvimental;

Fisiologia, patofisiologia e biologia de sistemas;

Neurociências e desordens neurais;

Imunidade e infecção;

Ferramentas de diagnóstico, terapias e saúde pública;

Biologia evolutiva, populacional e ambiental;

Ciências da vida aplicadas e biotecnologia não médica;

Matemática;

Constituintes fundamentais da matéria;

Física da matéria condensada;

Ciências químicas analíticas e físicas;

Química sintética e de materiais;

Ciência da computação e informática;

Engenharia da Comunicação e sistemas;

Engenharia de processos e produtos;

Ciências do Universo;

Ciência da Terra Sistêmica;

Mercados, indivíduos e instituições;

Instituições, valores, crenças e comportamento;

Meio ambiente, espaço e população;

A mente humana e sua complexidade;

Culturas e produção cultural;

O estudo do passado humano;

Sinergia.

 

Recomendados para você...

1 resposta

  1. 8 de julho de 2017

    […] vez, após três chamadas britânicas e uma europeia, pesquisadores poderão estabelecer parcerias entre o Brasil e a Itália, com um edital voltado à […]