Fapeal e Sesau unem pesquisadores e gestores para avaliação de pesquisas voltadas à saúde pública em AL

Evento foi idealizado do Ministério da Saúde e Governo do Estado

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) convocaram  20 pesquisadores a apresentarem os resultados parciais de seus trabalhos.

Os projetos foram aprovados no mais recente edital do Programa de Pesquisas para o SUS (PPSUS), resultado de parceria entre Sesau, Fapeal, Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Alagoas participou de todas as seis edições do PPSUS e, hoje, é considerado nacionalmente um estado-modelo na gestão do programa. Em 2016, apenas 10 estados do país conseguiram ter sua participação aprovada pelo Governo Federal.

Programação

O evento começa às 8h30 desta quarta, num hotel no bairro da Pajuçara. Durante a programação, os pesquisadores irão apresentar o andamento das suas pesquisas aos especialistas da Sesau e aos técnicos do Ministério da Saúde, vindos de Brasília para a ocasião.

programação se estende por dois dias, nos quais serão abordados temas que foram escolhidos por mais de 200 pesquisadores e gestores de saúde pública de todo o Estado, tendo em vista projetos concebidos desde o princípio para gerarem aplicações práticas no SUS local, de acordo com as necessidades especificamente alagoanas.

Alguns dos 20 trabalhos de pesquisa significam o desenvolvimento de cuidados para com as seguintes áreas:  Zika e microcefalia e suas sequelas para audição; tratamento de lesões no colo do útero; gestantes com pré-eclâmpsia; saúde mental nas escolas de Maceió; nutrição e desenvolvimento infantil; feridas cutâneas; câncer de cabeça e pescoço; avaliação de agrotóxicos em seres humanos, dentre outros.

Dentre as autoridades presentes, está Marco Antônio Fireman, Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde e o diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes.

A programação completa está disponível no site da Fapeal

Recomendados para você...

3 respostas

  1. 11 de novembro de 2017

    […] A partir desta semana, o Estado de Alagoas também ganha condições para encampar esta luta. No dia 8 deste mês, técnicos do Ministério da Saúde deram o sinal verde para concessão de, aproximadamente, R$ 2,3 milhões para um grupo de pesquisa da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), cuja proposta é investigar novas estratégias terapêuticas para a ELA, por meio de estudos com células-tronco. Todo o projeto deverá ser desenvolvido no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). […]

  2. 28 de novembro de 2017

    […] em Física da Medicina, ele acredita que foi graças aos estímulos fornecidos pela Fapeal que estes estudos foram iniciados, no sentido de esclarecer as dúvidas e mapear soluções […]

  3. 29 de novembro de 2017

    […] o vencedor do prêmio Nobel de Medicina em 1998, Ferid Murad. O objetivo será debater os maiores avanços científicosde temas emergentes da agenda de saúde, buscando a troca de conhecimentos, o estímulo à […]