Fapeal recebe presidente de agência federal voltada à inovação

Continuidade de programa que financia empresas inovadoras foi principal ponto de pauta

IMG_6235 (800x533)

Gestores das áreas científica e financeira da Fapeal reunidos com os presidentes da Fundação e do Finep

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) recebeu, na tarde desta sexta (18), representante da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), agência do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), que concede recusos financeiros para projetos e infraestrutura dedicados à inovação tecnológica e empresarial no país.

Na reunião, o diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, apresentou os programas da Fundação e as necessidades de formação em educação e pesquisa em Alagoas ao presidente da Finep, Wanderley de Souza.

Com a participação de representantes das áreas científica e financeira da Fapeal, também foram abordados pontos de pauta como divulgação científica, projetos de infraestrutura e as perspectivas de aplicar ciência, tecnologia e inovação às demandas da segurança pública.

Foram discutidas, ainda, questões de articulação política do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Disponibilizamos contrapartidas para programas com propostas concretas”, assinalou Wanderley de Souza, que apresentou os rumos da Finep em estreita consonância com as diretrizes do MCTI e confirmou a tendência de aplicar ciência, tecnologia e inovação às necessidades das políticas públicas.

“O Ministério procura estabelecer as prioridades de CTI ouvindo outros ministérios, e nas parcerias com os estados, ouvindo o que pensam as instituições locais”, expôs o gestor da Finep.

Fábio Guedes observou que a visita representa o estreitamento da parceria já existente, mas destacou que se trata de um marco porque “pela primeira vez, um presidente da Finep vem discutir temas prioritarios para Alagoas e para a Fapeal na própria Fundação”.

Inovação como Prioridade

Num momento em que a Finep está prestes a definir seu orçamento para 2016, o assunto mais concreto da reunião foram as perspectivas de prosseguimento da execução do Tecnova.

Desde 2014, este programa, fruto de uma parceria entre o Governo de Alagoas e MCTI, através de suas executoras Fapeal e Finep, vem beneficiando 13 micro e pequenas empresas de Alagoas, por meio de edital de recursos de subvenção econômica (não reembolsáveis), entre R$ 238 mil e R$ 499 mil, que foram investidos no desenvolvimento de processos e produtos inovadores, como o aplicativo Handtalk, por exemplo.

Articulação

A continuidade do Tecnova foi apresentada pela Fapeal enquanto uma demanda consensual do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap).

“Temos uma clara demanda dos empresários locais e pretendemos assegurar a qualidade das propostas apresentadas para a próxima chamada pública do Tecnova através de oficinas para os interessados”, adiantou a coordenadora de Projetos Especiais e Inovação da Fapeal, Juliana Khalili.

Recomendados para você...

1 resposta

  1. 18 de janeiro de 2016

    […] Estudos e Projetos (Finep). Inclusive, o atual presidente desta última e importante instituição, de forma inédita, nos visitou em dezembro passado, conheceu nossas instalações e projetos, e firmou compromisso em ampliar nossos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *