Inovação é foco de debates em evento recepcionado pela Fapeal

Fórum do Conselho Nacional das Faps encerra-se nesta sexta (13)

Josealdo Tonholo

Josealdo Tonholo

As atividades do Fórum do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) foram marcadas pelo tema da inovação, na manhã desta sexta (13).

Em mesa redonda voltada ao tema de propriedade intelectual, presidentes de fundações de amparo à pesquisa de todas as regiões Brasil puderam discutir questões como patentes, transferência de propriedade intelectual e desenvolvimento industrial a partir da pesquisa tecnológica.

O assunto foi abordado em mesa redonda, a partir de apresentações feitas por Cristina Quintella, do Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC) e Josealdo Tonholo, docente da Universidade Federal de Alagoas e também membro do Fortec.

As falas se focaram em editais abertos para a formação de Núcleos de Inovação Tecnológicas (NITs) e em um novo mestrado profissional voltado para a formação de profissionais especialistas em propriedade intelectual (PROFNIT).

O diferencial deste tipo de mestrado é que seu resultado não será apenas um texto, mas uma ponte entre produção de conhecimento e prática.

A iniciativa quer suprir uma carência nacional, pois o país não conta com pessoal capacitado para transformar inovações tecnológicas – desenvolvidas a partir de pesquisa científica – em soluções e produtos que possam ser efetivamente apropriados pela sociedade.

Formação

         Tonholo destacou a importância deste tipo de capacitação para gestores públicos atuantes na área, como servidores das próprias fundações de amparo à pesquisa, de secretarias estaduais de ciência, tecnologia e inovação e ONGs.

Exemplos práticos da atuação que estes profissionais poderão ter se encontram no ambiente das cadeias produtivas de um estado e enquanto vínculo entre universidades e empresas.

“Precisamos que a produção de ciência e tecnologia tenha impacto na sociedade”, resumiu o professor.

Perspectivas

O Fórum do Confap segue-se até às 18h. Ainda serão abordados os objetivos da agenda nacional de pesquisa e as oportunidades de colaboração entre pesquisadores a partir de acordos internacionais, a partir de mesa redonda intitulada Novas possibilidades de acordos internacionais: Fundação Bil e Melinda Gates (FBMG) e Comunidade Europeia . A atividade tem como integrantes Paulo Brofman, Presidente da Fundação ARAUCÁRIA, Zaíra Turchi (Vice-Presidente do Confap) e representante da FBMG, Maria Paola de Salvo.
Mediação: Prof. Sergio Gargioni (Presidente do Confap)

Às 19h, inicia-se uma homenagem promovida pela Fapeal a 25 personalidades relevantes para a história da Fundação. O evento marca o fim de três meses de atividades em comemoração a duas décadas e meia de existência do órgão.

CHRISTINA QUINTELLA (2)

Cristina Quintella

Recomendados para você...

2 respostas

  1. 19 de dezembro de 2015

    […] A continuidade do Tecnova foi apresentada pela Fapeal enquanto uma demanda consensual do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap). […]

  2. 30 de maio de 2016

    […] na formação de recursos humanos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação em Alagoas, a Coordenação Geral Nacional do Mestrado Profissional em rede de Propriedade Intelectual e Transfe… alcançou o maior número de candidatos do país (151) que desejam realizar o curso na primeira […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *