Fapeal aperfeiçoa monitoramento das redes de internet acadêmica de Alagoas

Quedas de conectividade nos 28 clientes serão solucionadas com mais eficiência

IMG_9358

Zabbix em uso

Para gerir processos em uma instituição, seja ela privada ou pública, é necessário que haja um acompanhamento eficiente. Assim, as respostas adequadas às demandas que surgem no dia a dia podem ser dadas de forma rápida e eficaz. Isso pode soar como teoria de gestão, mas é a realidade prática do monitoramento de redes digitais.

Por isso, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), adotou, desde abril, a versão mais atual de uma nova solução de monitoramento de servidores, redes, e-mail e demais serviços de conectividade disponíveis. O Zabbix é uma ferramenta open source, ou seja, gratuita e de código aberto. Pode ser utilizada legalmente sem custos e configurada de acordo com as necessidades do usuário.

A medida foi adotada para aperfeiçoar o gerenciamento dos links de internet fornecidos para 28 instituições públicas em Alagoas, através do PoP-AL. A sigla representa o ponto de presença da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) no Estado, que é abrigado pela Fapeal, e beneficia, por exemplo, os campi da Ufal, Uneal e Uncisal na capital e no interior e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Com o Zabbix, é possível monitorar toda a rede da Fapeal, como também os seus recursos, incluindo servidores e equipamentos de rede.

O Zabbix permite que os administradores do sistema sejam alertados em tempo real sobre os problemas que ocorrem em qualquer ponto da rede, propiciando que medidas preventivas ou corretivas sejam tomadas de forma imediata ou automática, de acordo com as informações fornecidas pela ferramenta, 24 horas por dia, incluindo-se feriados e fim de semana.

“A ferramenta manda um alerta por email, que pode ser recebido inclusive pelo celular”, explica Felipe Alves da Silva, técnico de redes da RNP na Fapeal. “Assim podemos monitorar toda a rede da Fapeal, os circuitos da RNP e os serviços oferecidos internamente e para os clientes externos”.

Antônio Fernando Souza, gerente executivo de tecnologia da informação da Fapeal, explica a opção pelas ferramentas open source: “A manutenção desse tipo de ferramenta também é gratuita. Mas pensamos primeiro na eficiência, mostrando assim que é possível conseguir soluções de qualidade economizando os recursos públicos”, comentou o gerente.

Recomendados para você...

1 resposta

  1. 1 de agosto de 2017

    […] trouxe temas atuais do universo de redes, como IPv6 (a nova linguagem dos endereços da internet), monitoramento digital, segurança da informação online e serviços avançados de TIC (tecnologias de informação e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *