Governo de Alagoas anuncia R$ 8 milhões em investimentos através da Fapeal

Anúncio de nove editais e concessão de auxílio à pesquisadores acontecem em evento na terça (24)

creative commons

Estímulo

O Governo de Alagoas anunciará o investimento de R$ 8 milhões em ciência, tecnologia e inovação. Os recursos são oriundos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeal) que lança novos editais e dá concessão de auxílio a 20 pesquisadores. O evento acontece nesta terça (24), às 9h, no Complexo Cultural do Teatro Deodoro.

Na ocasião, serão lançados os editais de apoio à realização de eventos técnico-científicos no Estado (R$ 500 mil) e à participação de pesquisadores alagoanos em ocasiões do mesmo gênero no Brasil e no exterior (R$200 mil). Os interessados poderão começar a submeter suas propostas para ambas as chamadas já a partir do dia 25 de maio.

Também será anunciado o lançamento de mais sete editais, a serem publicados em Diário Oficial ainda este semestre, com cronogramas específicos. São eles: Edital de Auxílio à Pesquisa Universal (R$ 800 mil); Edital de Manutenção e Aquisição de Equipamentos (R$ 600 mil); Edital de Publicação de Livros Científicos (R$ 150 mil); Edital de Auxílio à Periódicos Científicos (R$ 150 mil).

Merecem destaque o edital de R$ 500 mil em Auxílio à Pesquisa voltado para as necessidades específicas da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) e o Edital de Excelência Acadêmica, no valor de R$ 100 mil, para estimular o compromisso com a qualidade nas pesquisas feitas por estudantes de graduação, pós-graduação stricto sensu que tenham produtividade e mérito científico comprovado, com o intuito de elevar os indicadores dos programas de mestrado e doutorado. (Update em 18/05/2016, às15:27)

No total, serão R$3 milhões de recursos integralmente estaduais aportados pela Fapeal.

Maceió :17-05-2016 Presidente da Fapeal Fábio Guedes FOTO: DÁRCIO MONTEIRO

Fábio Guedes Gomes. Foto: Dárcio Monteiro

“O lançamento dos editais é importante porque estamos num contexto de mudanças institucionais no país e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado continua firme no atendimento aos anseios e aos avanços da pesquisa e da ciência em Alagoas. Serão nove editais lançados que atenderão a comunidade acadêmica neste semestre. E no segundo semestre teremos mais novidades, desta vez no campo do fomento à inovação tecnológica e ao setor produtivo”, comenta o diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes Gomes.

Investimentos – Através de parcerias, também serão contempladas as áreas de saúde pública e educação.

A Fapeal adianta que, no dia 31 de maio, será lançado o edital do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS) no valor de R$ 2 milhões. Meio milhão é garantido pelo Governo de Alagoas, com recursos da Fapeal e da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), ambas concedendo R$ 250 mil. O valor restante é contrapartida federal, através do Ministério da Saúde.

E, marcando a cooperação da Fapeal com a Secretaria de Estado da Educação, haverá o pré-anúncio do Edital de Bolsas de Mestrado para Professores da Rede Estadual de Ensino (R$ 810 mil) e do Edital de Bolsas para Formação Científica, Artística e Cultura para Alunos do Ensino Médio da Rede Estadual Pública (R$ 120 mil).

Além desses editais, o governador Renan Filho entregará os termos de outorga de Auxílio à Pesquisa para os 20 pesquisadores que foram selecionados na chamada pública do Programa de Desenvolvimento Regional (PDCR). Eles vêm de outros estados para Alagoas ou estão saindo da capital para se fixarem nos campi universitários do interior.

Neste caso, foram investidos R$ 250 mil em recursos do Governo do Estado. A contrapartida federal serão bolsas de pesquisa do CNPq, para até 36 meses, que representam mais R$ 2 milhões captados para a formação de recursos humanos de alto nível em Alagoas.

You may also like...

4 respostas

  1. Marcos disse:

    Se isso realmente acontecer sera muito bom

  2. Valter disse:

    Bom então nos resta aguardar para se o negócio acontece!

  1. 15 de julho de 2016

    […] às instituições de ensino, numa parceria de sensibilização dos agentes estratégicos. Por intermédio do Governo do Estado, hoje Alagoas compreende a pesquisa como ferramenta num processo de desenvolvimento maior, o que […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *